O termo artivista utilizado está relacionado ao momento mais recente de popularização da internet e das novas tecnologias que emponderaram jovens artistas e ampliaram o alcance das intervenções artísticas idealizadas por esses grupos, fazendo com que um grafite de caráter questionador feito em um bairro popular seja compartilhado através das redes sociais e outros meios para o mundo inteiro, podendo com isso dar visibilidade a um questionamento local ou mesmo ser reutilizado e/ou adequado a outros territórios. Dessa forma, torna os processos constantemente retroalimentados e autônomos, tanto pelo indivíduo quanto por coletivos.

O que fundamentou o DICC?

O que pensam os jovens artivistas?

Atividade da Especialização Arte/Educação Intermidiática Digital da EMAC/UFG.

O uso do mensageiro WhatsApp como metodologia de pesquisa qualitativa